Ator Jackie Chan vira garoto-propaganda dos Jogos de Pequim

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008 09:55 BRST
 

Por James Pomfret

HONG KONG (Reuters) - O ator Jackie Chan, considerado o maior astro de Hong Kong, vai fazer uma pausa nos sets de filmagem neste ano para promover a Olimpíada de Pequim, na esperança de que isso estimule a juventude chinesa a adotar uma vida mais ativa.

Chan, "embaixador da boa-vontade" dos Jogos de Pequim, já passou parte de 2007 promovendo o evento. Correu com a tocha olímpica na Grécia, gravou uma canção com uma contagem regressiva e estrelou um comercial do cartão Visa, com tema olímpico, ao lado do astro do basquete Yao Ming.

"A Olimpíada não é só esporte. Abrange amor, solidariedade e uma espécie de espírito", disse à Reuters o astro de filmes como "A Hora do Rush" e "Arrebentando Nova York". Ele afirmou que neste ano, por causa dos compromissos olímpicos, terá menos tempo para se dedicar ao cinema.

Embora seja mais ligado no kung fu, Chan recentemente colocou botas e chapéu de ginete para promover as provas equestres da Olimpíada, que serão disputadas em Hong Kong, devido à falta de condições sanitárias para os cavalos na capital chinesa.

Chan, que é dono de cavalos, já apareceu montado em filmes como "O Mito", rodado no clube equestre Bear River, na antiga colônia britânica. Ali acontecerão algumas das provas equestres.

Haverá também jogos de futebol da Olimpíada em outras cidades chinesas, e a litorânea Qingdao abrigará as provas de vela.

Chan, que aprendeu artes marciais e acrobacias na infância, espera que o espírito olímpico mude o comportamento das novas gerações em Hong Kong e na China.

"É necessário fazer mais na promoção dos esportes, para que as crianças não fiquem só sentadas em casa jogando no computador. Precisamos fazer mais para promover os esportes, pois eles nutrem mais amor e compreensão entre as pessoas", disse Chan.

"No passado, tudo o que eu fazia o dia todo era esporte, esporte e mais esporte. Nem sabíamos ligar um computador", riu ele.