Autoridades reconhecem risco de manipulação no tênis

sexta-feira, 12 de outubro de 2007 19:48 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Os órgãos internacionais que administram o tênis disseram na sexta-feira que têm confiança na integridade do esporte, mas admitiram que existe um risco em potencial para a manipulação de resultados.

A ATP Tour, a Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), a WTA Tour e o Comitê do Grand Slam se encontraram para discutir várias acusações recentes de corrupção.

"ITF, Sony Ericsson WTA Tour, ATP e o Comitê do Grand Slam têm plena confiança na integridade do nosso esporte", afirma a nota divulgada nesta sexta-feira.

"A reunião de hoje reafirmou a posição unida do tênis para a proteção dessa integridade. Ainda que não acreditemos que nosso esporte tenha um problema de corrupção, reconhecemos que existe uma ameaça à integridade do tênis."

"Acreditamos que uma análise independente do risco é necessária, e pretendemos utilizar especialistas externos para nos ajudar a conduzir essa análise. Faremos um anúncio no momento oportuno."

O mundo do tênis atraiu a atenção mundial em agosto, quando uma partida na Polônia entre o russo Nikolay Davydenko e o argentino Martin Vassallo Arguello, que tem uma posição baixa no ranking, foi invalidada pela casa de apostas online britânica Betfair, por causa de padrões de apostas inusitados.

O russo negou peremptoriamente qualquer envolvimento em arranjos ilegais.

Esta semana, o número 18 do ranking mundial, Andy Murray, disse que jogadores acreditam que alguns jogos da ATP tenham sido arranjados.   Continuação...