Inglaterra vai denunciar Croácia à Fifa por racismo de torcida

quinta-feira, 11 de setembro de 2008 15:59 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Associação de Futebol da Inglaterra anunciou que vai apresentar queixa formal junto à Fifa depois de jogadores ingleses terem sido xingados com expressões racistas por torcedores croatas durante partida em Zagreb, na quarta-feira, pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

"Podemos confirmar que vamos apresentar um relatório à Fifa sobre os gritos racistas lançados contra Emile Heskey por alguns torcedores croatas durante o jogo em Zagreb," afirmou a entidade nesta quinta-feira, em um comunicado.

"Ninguém pode aceitar ser submetido a agressões racistas e nós vamos pedir à Fifa que investigue isso. A associação e o time inglês estão determinados a fazer o que puderem para banir o racismo do futebol e da sociedade."

O atacante Heskey ouviu gritos imitando sons de macaco durante a impressionante vitória inglesa por 4 x 1 sobre o time da casa.

"Vamos deixar que os dirigentes cuidem disso", disse Heskey a jornais britânicos. "Essas pessoas (os responsáveis pelas agressões) são ignorantes. A gente precisa colocar isso de lado e continuar curtindo o futebol." Davor Gavran, presidente da Associação de Futebol da Croácia, disse que esse foi um incidente isolado provocado por um pequeno grupo de torcedores.

"A atmosfera no estádio era fabulosa, e isso devido aos torcedores. Seria injusto que um incidente do tipo manchasse a impressão geral (positiva)", disse Gavran, segundo a Hina, agência oficial de notícias do país.

(Reportagem de Martyn Herman em London e Igor Ilic em Zagreb)