June 23, 2008 / 1:33 PM / 9 years ago

Vitória de Massa deixa em aberto disputa por título da F1

3 Min, DE LEITURA

<p>Felipe Massa, da Ferrari, lidera a corrida durante o Grande Pr&ecirc;mio da Fran&ccedil;a, 22 de junho de 2008 REUTERS. Photo by Benoit Tessier</p>

Por Alan Baldwin

PARIS (Reuters) - Depois de assumir a liderança do campeonato de Fórmula 1 pela primeira vez em sua carreira, o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, deveria aproveitar o momento.

Com quatro nomes diferentes a liderar a classificação geral em um espaço de quatro corridas, a badalada categoria chega à metade de sua temporada com a disputa ainda em aberto e com a promessa de muitas reviravoltas por vir.

Massa foi o grande beneficiado no Grade Prêmio da França deste fim de semana, conquistando sua terceira vitória em oito corridas para tornar-se o primeiro brasileiro a liderar a categoria desde que Ayrton Senna o fez em 1993.

Lewis Hamilton, da McLaren, foi o grande perdedor da última disputa, tendo sido punido duas vezes e não tendo conseguido marcar nenhum ponto pela terceira vez na temporada.

Há apenas duas corridas, o britânico de 23 anos encontrava-se na primeira posição depois de vencer a emocionante prova disputada nas ruas de Monte Carlo.

O atual campeão da categoria, Kimi Raikkonen, da Ferrari, havia liderado a temporada antes de Mônaco, ao passo de Robert Kubica, da BMW-Sauber, tirou Hamilton da primeira posição duas semanas mais tarde, ao vencer em Montreal.

Raikkonen conquistou o título do ano passado depois de estar 17 pontos atrás de Hamilton a duas corridas do final da temporada. E esse fato por si só serve para evitar que qualquer um dos quatro principais competidores deste ano considere-se o favorito.

"Neste momento, não ganhamos nada. Apenas algumas corridas", afirmou Massa, no domingo.

"O campeonato ainda continua 100 por cento indefinido e ainda temos muitas corridas para disputar. Precisamos fazer nosso trabalho corrida a corrida, pensar nos pontos, pensar sobre se a vitória é boa ou se um segundo lugar ou mesmo um terceiro não sejam também bons."

Massa, considerado por muitos, no passado, um piloto de segunda categoria, não precisou citar as críticas recebidas dos meios de comunicação após ter passado em branco nas duas primeiras corridas do ano.

No entanto, o brasileiro evitou declarações de repúdio.

"Eu não marquei pontos nas primeiras duas corridas e agora estou na liderança", afirmou. "Kimi não marcou nas últimas duas corridas também, e ele continua lutando pelo título."

"Não podemos tirar ninguém da disputa neste momento. Ainda falta muito até a última corrida."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below