Descoberta fraude envolvendo ingressos para Olimpíadas

segunda-feira, 4 de agosto de 2008 12:54 BRT
 

Por Crispian Balmer e Ken Wills

PEQUIM (Reuters) - Pessoas do mundo todo foram enganadas por um esquema de venda, pela Internet, de ingressos falsos para os Jogos Olímpicos, afirmaram na segunda-feira autoridades das Olimpíadas.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou ter adotado medidas para fechar os sites dos fraudadores. A manobra, porém, chega tarde demais para que as vítimas do esquema consigam encontrar outros ingressos.

Entre os que foram prejudicados encontram-se as famílias de atletas da Nova Zelândia e da Austrália. O sofisticado esquema também fez vítimas nos EUA, no Japão, na Noruega, na China e na Grã-Bretanha.

"Não podemos aceitar que as pessoas paguem pelos ingressos e fiquem sem ingressos", disse Gerhard Heiberg, membro da diretoria do COI.

Segundo Heiberg, a questão havia sido levantada na semana passada. Tanto o COI quanto o Comitê Olímpico dos EUA entraram com ações junto a uma corte distrital da Califórnia acusando seis sites de venderem ingressos falsos ou inexistentes.

No entanto, um advogado norte-americano que afirmou ter perdido 12 mil dólares com a fraude acusou o COI de ser complacente.

"Eles sabiam desses sites havia meses e não fizeram nada", afirmou Jim Moriarty, membro de um escritório de advocacia de Houston que tenta representar as vítimas em eventuais ações a serem iniciadas.

Apesar do processo deflagrado pelo COI, um dos sites acusados de fraude -- www.beijingticketing.com -- continuava a funcionar na segunda-feira, oferecendo cadeiras para vários eventos, entre os quais a cerimônia de abertura da sexta-feira, por preços de até 2.150 dólares.   Continuação...