Torcida chinesa ensurdece Brasil no vôlei masculino

quarta-feira, 20 de agosto de 2008 12:39 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A gritaria que a torcida da China monta em cada evento que atletas do país disputam nos Jogos Olímpicos causou alguns problemas de comunicação em quadra para a seleção brasileira de vôlei masculino, afirmou o levantador Bruno Rezende, depois de partida que seu time derrotou a equipe da casa por 3 sets a 0, nesta quarta-feira.

"Em alguns momentos a gente teve alguns erros bobos por problema de comunicação", disse Bruno. "A gente teve que gritar mais para se comunicar", completou o levantador.

Segundo ele, o Brasil abusou de saques potentes e jogou pressionando a China para evitar que o time chinês crescesse embalado pelo público que entoou "de "Jia You China!" ("Vamos China") a cada ponto conseguido.

"Se deixássemos eles entrarem na partida, com a torcida apoiando assim, eles poderiam ser um problema", disse o levantador. Apesar de jovem e pouco habilidosa, a seleção da China deu uma canseira na Itália, próximo adversário do Brasil na semifinal olímpica, ao vencer 2 e perder 3 sets e levar o jogo a quase 2 horas de partida.

Mais diplomático, o capitão da seleção brasileira, Giba, afirmou que o time faz muito mais barulho que a torcida e que a gritaria chinesa não chegou a ser um problema no jogo desta quarta-feira.