Sem turistas, hotéis de Pequim derrubam preço de suas diárias

segunda-feira, 4 de agosto de 2008 11:57 BRT
 

Por Simon Rabinovitch

PEQUIM (Reuters) - Hotéis de Pequim estão diminuindo até pela metade seus preços para o período dos Jogos Olímpicos porque o número de reservas ficou muito abaixo do esperado.

Os estabelecimentos contavam com faturar alto durante as Olimpíadas, que começam na sexta-feira, mas ficaram desapontados com o pequeno número de visitantes. Entre os fatores que afastaram os turistas contam-se as dificuldades para conseguir visto e a publicidade negativa a respeito da China.

Questionados na segunda-feira sobre se possuíam dez quartos para a próxima semana, incluindo a noite da cerimônia de abertura, hotéis de três e quatro estrelas responderam dispor de várias acomodações e se disseram dispostos a oferecer descontos grandes.

O Bamboo Garden Hotel começou a oferecer os quartos com vista para seu jardim por 3.000 iuans (438,5 dólares) a noite. Mas logo aceitou cortar esse preço pela metade.

O Oriental Peace Hotel disse ao telefone que daria um desconto de 30 por cento em cima da diária de 1.480 iuans e que aceitaria, na presença do interessado, negociar um preço melhor.

"Todos os nossos quartos foram reformados no começo deste ano, pouco antes do Festival da Primavera. Se você vier conhecê-los, tenho certeza de que não se arrependerá", afirmou o gerente do hotel.

Entre os problemas enfrentados pelos hotéis encontra-se o excesso de quartos resultante de um boom no setor da construção civil em Pequim. Atualmente, há ao menos 20 hotéis a mais do que na mesma época do ano passado, calcula a secretaria de turismo da capital.

Muitas pessoas desistiram de visitar a cidade devido aos altos níveis de poluição dela, à ameaça de atentados terroristas e a uma grande dificuldade para se obter vistos. No período que antecede os Jogos, o número de turistas caiu 20 por cento em relação ao do ano passado, afirmou o órgão.   Continuação...

 
<p>Mulher caminha em rua de Pequim. Hot&eacute;is de Pequim est&atilde;o diminuindo at&eacute; pela metade seus pre&ccedil;os para o per&iacute;odo dos Jogos Ol&iacute;mpicos porque o n&uacute;mero de reservas ficou muito abaixo do esperado. Photo by Marcelo Del Pozo</p>