PERFIL-Kaká é premiado por sua vida simples

domingo, 2 de dezembro de 2007 13:27 BRST
 

Por Mark Meadows

MILÃO (Reuters) - O brasileiro Kaká, da Seleção Brasileira e do Milan, desafia o modelo do moderno jogador de futebol. Cristão devoto, ele evita festas de celebridades e não se preocupa muito com sua imagem, se expressando em campo com grande habilidade e velocidade.

Manter-se concentrado em seu futebol ajudou o jogador de 25 anos a conquistar o troféu Bola de Ouro no domingo. Kaká também é o favorito para Jogador do Ano da Fifa, que deverá ser anunciado ainda este mês.

Seus 10 gols que ajudaram o Milan a conquistar o sétimo triunfo na Copa dos Campeões da Europa, em maio, o colocaram no caminho para uma série de prêmios num ano sem uma Copa do Mundo ou Eurocopa.

Kaká não participou da conquista da Copa América pela Seleção Brasileira, em julho, para poder descansar e ainda assim tem sido reconhecido como a nata do futebol do seu país graças à performance no Milan.

Seu clube também teve dificuldades no Campeonato Italiano, caindo para quarto lugar na classificação depois de sofrer punição de oito pontos pelo escândalo de resultados armados na Itália.

SEMPRE BRILHOU

Nesta temporada, a equipe italiana teve ainda mais dificuldades e permanece no meio da tabela, sem conseguir vencer quando joga em casa.

Kaká, no entanto, sempre brilhou nas partidas e sua energia e seus bons passes, mais do que gols, colocaram desta vez o Milan na fase eliminatória da Copa dos Campeões.   Continuação...

 
<p>O brasileiro Kak&aacute;, da Sele&ccedil;&atilde;o Brasileira e do Milan, desafia o modelo do moderno jogador de futebol. Crist&atilde;o devoto, ele evita festas de celebridades e n&atilde;o se preocupa muito com sua imagem, se expressando em campo com grande habilidade e velocidade. Photo by Benoit Tessier</p>