July 26, 2008 / 8:53 PM / in 9 years

Jamaicano Bolt vence os 200m rasos em Londres

3 Min, DE LEITURA

Por Rex Gowar

LONDRES (Reuters) - O recordista mundial dos 100 metros rasos, o jamaicano Usain Bolt, deu mais um alerta a seus rivais olímpicos com uma vitória na prova de 200 metros no Grand Prix de Londres, neste sábado, com o impressionante tempo de 19s76.

Bolt, que marcou o melhor tempo da prova no ano duas semanas atrás -- 19s67 -- quebrou o recorde de 19s84 do torneio britânico, que pertencia ao campeão mundial norte-americano Tyson Gay, que será um dos principais rivais de Bolt se o jamaicano decidir correr os 100m nos Jogos de Pequim.

O americano Wallace Spearmon foi o segundo colocado na prova, com o tempo de 20s27, com o irlandês Paul Hession em terceiro (20s37).

"Foi razoavelmente bom. Eu vim aqui com um plano e o executei bem", afirmou o corredor, de 21 anos, medalha de prata no campeonato mundial do ano passado.

Bolt, que poderá correr nas provas de 100m e 200m rasos na Olimpíada, afirmou: "Ainda não estou certo sobre correr as duas provas em Pequim. Meu treinador tomará a decisão."

"Eu definitivamente gostaria de correr ambas, acho que posso ir bem nelas. Mas meu técnico não tomou uma decisão ruim nos últimos cinco anos, então se ele disser que devo correr apenas uma, assim o farei".

Dia Jamaicano

Na final dos 100m feminino, a campeã olímpica dos 200m, Veronica Campbell, venceu com o tempo de 10s87, seguida da compatriota jamaicana Shelly Ann Fraser (10s95).

As norte-americanas Marshevet Hooker e Torri Edwards, campeã mundial em 2003 e detentora do melhor tempo deste ano na prova com 10s78, chegaram em terceiro e quarto lugar, respectivamente.

Campbell, cujo tempo foi apenas 0,02 segundos mais lento do que seu melhor na carreira e o seu melhor no ano, afirmou: "Estou numa boa posição para defender meu título dos 200m em Pequim."

Numa competição de alto nível no salto com vara masculino, o vencedor Yevgeniy Lukyanenko, da Rússia, campeão mundial indoor, e o campeão australiano Steve Hooker, tentaram superar os 6,02 metros, mas falharam. Os dois conseguiram 5,97 metros, enquanto que o americano Brad Walker, que detém o melhor salto do ano (6,04 metros), ficou em terceiro empatado com o alemão Alexander Starub, com 5,72 metros.

Walker não estava muito desapontado, afirmando: "Minha preparação está boa, apenas algumas semanas aqui e ali e estarei pronto para Pequim. Será preciso saltar seis metros para vencer a Olimpíada".

Martyn Rooney elevou as esperanças olímpicas britânicas na prova dos 400m rasos com o tempo de 44s83 (o melhor de sua carreira), vencendo o campeão mundial indoor canadense Tyler Christopher (45s29), que ficou no segundo lugar.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below