23 de Outubro de 2007 / às 02:51 / em 10 anos

Riquelme é diferente, afirma técnico argentino

BUENOS AIRES (Reuters) - O treinador da seleção argentina, Alfio Basile, justificou na quarta-feira a decisão de convocar Juan Román Riquelme, apesar de o meia não estar sendo aproveitado no Villareal.

Basile disse que Riquelme, que ainda não atuou pelo clube espanhol nesta temporada, é um jogador diferenciado e que seu caso é excepcional.

“Gosto do jeito que Román joga, e sempre gostei, ele é diferente”, disse o técnico a jornalistas. “Ele sempre joga um bom futebol, tem classe. Não está começando atrás dos outros porque é um caso atípico.”

Basile chegou a usar a palavra “indispensável” para qualificar Riquelme, mas recuou. “Nenhum jogador é indispensável. Mas ele é muito importante para a seleção.”

O técnico construiu sua equipe em torno de Riquelme na Copa América, quando o time foi vice, perdendo a final para o Brasil.

Riquelme caiu em desgraça no Villareal após se desentender com o técnico Manuel Pelligrini. O meia passou seis meses emprestado ao Boca Juniors no primeiro semestre, mas o time portenho não chegou a um acordo com o Villareal para renovar o contrato.

Basile não quis revelar o time para o jogo de sábado contra o Chile, a estréia para as eliminatórias da Copa de 2010.

Mas afirmou que não vai se deixar influenciar pelo jogo dos adversários. “Não vou jogar segundo o que o Chile joga, vou jogar do jeito que nós jogamos”, declarou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below