Hamilton comemora 2a posição no grid e Alonso busca milagre

sábado, 20 de outubro de 2007 18:23 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Mesmo sem ter conseguido a pole position para o Grande Prêmio do Brasil, Lewis Hamilton e a McLaren comemoraram muito a segunda colocação do britânico no grid de largada, enquanto Fernando Alonso foi obrigado a lamentar o quarto lugar.

O britânico de 22 anos, que pode tornar-se no domingo o primeiro novato campeão do mundo, vai sair atrás de Felipe Massa, e à frente de Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari. Seu companheiro de equipe Alonso largará da quarta colocação.

"Foi uma última volta fantástica para mim, que poderia ter me garantido a pole. No geral, estou feliz com a classificação de hoje. O carro está funcionando bem, e eu me sinto confortável", disse Hamilton, que pode se tornar ainda o mais jovem campeão, superando Alonso, que levantou o seu primeiro troféu com 24 anos em 2005. "Parece que temos um bom ritmo aqui."

"Estou bastante confiante e relaxado para amanhã, e sei o que tenho que fazer para vencer o campeonato. Meu foco não é vencer a corrida, mas o campeonato."

Hamilton está quatro pontos à frente de Alonso na classificação, e tem sete a mais que Raikkonen. Esta é a primeira vez desde 1986 que a última corrida do ano vê uma decisão entre três pilotos.

"Foi bom, está quase tudo nas mãos dele agora", disse o chefe da McLaren, Ron Dennis, à TV britânica ITV. "Há um pouco mais de trabalho a fazer, (houve) alguns probleminhas, mas nada muito sério. Estamos ansiosos por uma luta limpa e uma boa conclusão do campeonato."

Hamilton, que viu a pista de Interlagos pela primeira vez apenas na quinta-feira, pediu desculpas a Raikkonen por um incidente na última volta rápida do finlandês.

O britânico saiu dos boxes bem na frente do piloto da Ferrari, que afirmou ter perdido algum tempo com isso.

"Peço desculpas se fiquei no caminho dele, mas não achei que ele estava tão perto de mim", disse Hamilton, que enfrentou algumas perguntas duras sobre o incidente depois. "Fiquei onde estava e freei. Não senti que prejudiquei a volta dele, e saí do caminho."   Continuação...