Guga se prepara para sua despedida em Roland Garros

sábado, 24 de maio de 2008 13:37 BRT
 

Por Milles Evans

PARIS (Reuters) - Gustavo Kuerten, o brasileiro de cabelos encaracolados que tomou a quadra central de Roland Garros como se fosse sua durante seus anos de glória, aceitou que provavelmente fará o último jogo de sua carreira no domingo, em seu torneio preferido.

Poucos jogadores na era moderna têm um tratamento tão carinhoso da torcida no Aberto da França quanto Guga, o homem que saiu do sorteio em 1997 para conquistar o primeiro de seus três títulos do Grand Slam em Paris.

Atrapalhado por uma sucessão de problemas no quadril desde seu último sucesso em 2001, o jogador de 31 anos, irá enfrentar o francês Paul-Henri Mathieu, 18o cabeça-de-chave do torneio, na quadra central Phillippe Chatrier, pela primeira rodada da competição, no domingo.

"Provavelmente amanhã será meu último jogo", disse Kuerten aos repórteres neste sábado. "Mas vamos ver o que acontece."

Guga venceu feito um furacão o Aberto da França pela primeira vez há 11 anos, quando, ocupando a 66a colocação no ranking, ele derrotou três ex-campeões, incluindo o espanhol Sergi Bruguera na final, para se tornar o primeiro brasileiro a vencer um Grand Slam desde Maria Esther Bueno, em 1966.

Ele ainda conquistaria mais dois títulos em solo francês em 2000 e 2001, conquistando a torcida de Paris com suas jogadas fascinantes e com a alegria evidente que ele retribuía a admiração do público.

"Tenho certeza que aqui será meu último torneio. Estava tentando conseguir uma vaga para a Olimpíada também, mas este tem sido um mês muito difícil para mim."

Kuerten, que hoje ocupa a posição 1.140 do ranking, venceu apenas um jogo do Challenger Tour nesta temporada e sabe que seus melhores dias no saibro ficaram para trás.   Continuação...