Brasil enviou ao exterior o recorde de 1.252 atletas em 2007

terça-feira, 29 de janeiro de 2008 21:13 BRST
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil exportou em 2007 o recorde de 1.252 jogadores e mais uma vez encerrou o ano com um déficit na balança comercial de atletas, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta terça-feira.

O mercado brasileiro importou 500 atletas no ano passado, sendo 493 brasileiros repatriados e 7 estrangeiros. Em 2006, o número de jogadores que deixou o país foi de 915.

Segundo a entidade, os jogadores brasileiros foram para 120 países enquanto que os "importados" vieram de 70 países diferentes.

"Tem jogador indo para Irã, Chipre, Ilha de Malta e Vietnã. Há um fluxo muito grande para esses países exóticos. O mundo está ficando pequeno para o futebol e os fluxos são cada vez maiores", disse o diretor de registros da CBF, Luis Gustavo Vieira de Castro.

"O fim do passe ajudou a saída dos jogadores brasileiros. As televisões estão exibindo os campeonatos brasileiros e isso chama a atenção dos clubes lá de fora. Os clubes de fora contratam dentro do seu orçamento. Um leva o (Alexandre) Pato, mas outro de menor investimento, que quer ter um brasileiro, acaba levando um menos conhecido. Não podemos esquecer que somos o melhor futebol do mundo", acrescentou o dirigente.

Ele frisou que o déficit na balança de jogadores foi revertido no início deste ano, mas que a tendência é de um novo resultado negativo em 2008.

Até agora, foram exportados 94 jogadores e entraram no Brasil 144 atletas. "Os campeonatos estão começando e os clubes estão se reforçando", declarou Luiz Gustavo.