December 29, 2007 / 3:15 PM / 10 years ago

Pequim eleva metas sobre ar limpo para 2008, ano das Olimpíadas

3 Min, DE LEITURA

Por Liu Zhen

PEQUIM (Reuters) - Pequim procurará observar um número maior de "dias de ar limpo" em 2008, antes e depois dos Jogos Olímpicos de agosto, afirmou uma importante autoridade da China na sexta-feira.

A poluição na cidade, um problema conhecido, preocupa os atletas e os organizadores do evento.

Pequim registrou 244 "dias de céu azul" até 28 de dezembro deste ano, um dia a menos que a meta de 245 dias. Os padrões para que um dia seja declarado de "céu azul" não são unanimidade entre os cientistas da comunidade internacional.

"Prevejo que conseguiremos atingir a meta deste ano nos últimos três dias (de 2007)", disse Jiang Xiaoyu, porta-voz e vice-presidente executivo do Comitê Organizador para os Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog).

"A meta para o número de dias com boa qualidade do ar em 2008 será maior do que a deste ano", afirmou Jiang, em uma entrevista coletiva.

A poluição em Pequim, cidade conhecida por sua névoa insalubre, tornou-se um motivo de grande preocupação para os atletas e as autoridades encarregadas de organizar o evento de agosto próximo.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, afirmou que algumas competições poderão ser remarcadas caso a qualidade do ar não seja satisfatória.

A capital chinesa já gastou 120 bilhões de iuans (16,4 bilhões de dólares) em programas de preservação ambiental com vistas a combater a poluição. E, segundo Jiang, outros esforços seriam realizados.

Os locais a serem usados durante os Jogos estarão prontos até o final do ano, com exceção do National Stadium, apelidado de o "Ninho de Passarinho" por ter uma concha de metal entrelaçado. No estádio serão realizadas as cerimônias de abertura e de encerramento dos Jogos. As obras devem ser concluídas em março.

Jiang afirmou prever que haja um número de chefes de Estado nos Jogos de Pequim do que houve nos de Atenas. E disse que entre esses estaria o presidente dos EUA, George W. Bush, que já aceitou visitar a cidade durante as Olimpíadas.

"A segurança fará parte de nossa hospitalidade em relação a nossos convidados, incluindo os VIPs. Vamos desempenhar bem nossas funções a fim de garantir a segurança deles", afirmou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below