China vai simplificar procedimentos de entrada para Olimpíada

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007 10:10 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - Quem for à China a partir de janeiro não precisará mais preencher uma declaração de saúde para facilitar os procedimentos de entrada no país para a Olimpíada de Pequim, informou a mídia estatal na quinta-feira.

"A medida visa a simplificar os procedimentos de imigração e melhorar a eficiência", disseram conjuntamente a agência nacional de quarentenas e a agência de aviação civil.

Os formulários de saúde foram adotados durante o surto da síndrome respiratória aguda grave (Sars), surgido na província de Guangdong no final de 2002.

Passageiros estrangeiros continuarão tendo de preencher os cartões de entrada, segundo o jornal.

Além disso, a partir de 1o de fevereiro, passageiros sem bens a declarar não precisarão preencher o formulário alfandegário nem na entrada nem na saída, segundo nota divulgada no site da Administração Geral de Aviação Civil da China (www.caac.gov.cn).

"Os complicados procedimentos levaram a crescentes queixas do público conforme o fluxo de passageiros cresceu rapidamente", afirmou o jornal. Os organizadores da Olimpíada prevêem a visita de 70 milhões de estrangeiros em 2008, bem acima dos 44 milhões de 2006.

"O rápido aumento no tráfego de passageiros constitui um desafio. Então estamos fazendo enormes esforços para simplificar os procedimentos de imigração", disse Xia Wenjun, funcionário da agência de quarentenas, ao jornal.

(Por Ben Blanchard)