Responsável por ingressos para Olimpíada de Pequim é demitido

sexta-feira, 30 de novembro de 2007 10:23 BRST
 

Por Liu Zhen

PEQUIM (Reuters) - O responsável pela venda dos ingressos para os Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim foi demitido por causa do caos relativo à segunda fase da distribuição dos bilhetes.

A venda de 1,85 milhão de ingressos, no sistema "quem chegar primeiro", foi abandonada após menos de um dia, em outubro, por causa do excesso de demanda, que levou à queda do sistema eletrônico de comercialização.

Rong Jun admitiu que os organizadores subestimaram a demanda, mas o pedido de desculpas que apresentou no início do mês ao povo chinês claramente não bastou para lhe manter no cargo.

Em entrevista coletiva na sexta-feira, Zhu Yan foi apresentado como o novo responsável pela venda dos ingressos.

Zhu, chefe do projeto chamado "Pequim Digital" da prefeitura da capital, disse que Rong continuará no departamento de vendas dos ingressos, mas com nova função. "Rong Jung ainda é meu colega trabalhando conosco", afirmou.

"No último ano o departamento fez muitos trabalhos fundamentais, mas a venda de ingressos é uma tarefa complicada, que envolve política, interesses e preocupações públicas e soluções tecnológicas".

Zhu disse a jornalistas que os interessados poderão adquirir no máximo oito ingressos, e não mais 50, quando a segunda fase das vendas começar, em 10 de dezembro --de novo sob um sistema de loteria, a exemplo do que aconteceu na primeira fase.

"O principal objetivo de tais restrições é envolver mais gente na experiência olímpica, e também vai ajudar a evitar que as pessoas revendam os ingressos para terem lucro", disse Zhu.

Embora os organizadores proíbam a ação de cambistas, há ingressos para a cerimônia de abertura sendo vendidos pela Internet por até 20 mil dólares.

(Por Nick Mulvenney)