Futuro de Parreira à frente da África do Sul se define em dias

sábado, 19 de abril de 2008 13:45 BRT
 

JOHANNESBURGO (Reuters) - O futuro de Carlos Alberto Parreira como técnico da seleção da África do Sul, que atualmente é incerto, será esclarecido na próxima segunda-feira, disse o presidente da federação de futebol do país.

"Vamos divulgar um comunicado após reunião do comitê executivo", disse neste sábado o presidente executivo da federação, Raymond Hack.

O anúncio foi feito depois que Parreira se reuniu na última sexta-feira com autoridades da entidade em Johannesburgo, o que levou os meios de comunicação a noticiar que este seria um sinal de que o técnico estava planejando sua renúncia para voltar ao Brasil, onde sua esposa está doente.

Leila Parreira disse esta semana ao jornal brasileiro Folha de S.Paulo que seu marido regressará à sua sua casa, no Rio de Janeiro, no começo de maio.

Os diretores da federação permaneceram em silêncio neste sábado após a reunião, mas prometeram um comunicado oficial a ser divulgado após o fim de semana.

Parreira, que conquistou a Copa do Mundo como técnico do Brasil em 1994, nos Estados Unidos, foi contratado no ano passado, como parte do projeto da África do Sul de montar uma equipe competitiva, já que é a anfitriã do próximo mundial, que será disputado em 2010.

Sua saída seria um duro golpe, já que o país segue preocupado com a qualidade de sua seleção.

O presidente executivo do comitê organizador da Copa da África do Sul, Danny Jordaan, falou sobre a importância de um bom desempenho do país sede no campeonato, como o que conquistou a Alemanha em 2006.

Parreira, o décimo-quarto técnico que comanda a África do Sul em 15 anos, é visto como o potencial arquiteto desta equipe.

(Por Mark Gleeson)