17 de Agosto de 2008 / às 07:40 / 9 anos atrás

Bolt está focado no título dos 200m, não no recorde de Johnson

<p>Usain Bolt, da Jamaica, ao lada do placar que registra seu recorde mundial na prova dos 100 metros. Velocista agora corre a prova dos 200 metros e garante que quer o ouro, sem se importar com o recorde. Photo by Kai Pfaffenbach</p>

Por Mitch Phillips

PEQUIM (Reuters) - O estádio ainda não tinha parado de vibrar com o incrível recorde de 9s69 de Usain Bolt nos 100 metros rasos, sábado, quando as pessoas começaram a perguntar se o jamaicano também quebraria a marca de 12 anos de Michael Johhnson nos 200 metros.

A maneira como Bolt demoliu seu próprio recorde de 9s72 nos 100m, enquanto alegremente celebrava antes do final da prova, deixou claro que o jamaicano ainda tinha muito para mostrar.

Johnson fez 19s32 estabelecidos nos Jogos de Atlanta, a melhor marca de Bolt é de 19s67, estabelecida no mês passado.

Mas o tempo está ao lado de Bolt.

Ele completa 22 anos no dia seguinte à final dos 200m e, exceto por alguma contusão ou distração fora da pista, é mais uma questão de quando que se ele irá conquistar as duas marcas.

Seu objetivo mais imediato é conquistar o ouro olímpico nas duas provas, feito que ninguém alcançou desde Carl Lewis em 1984.

"Não estou preocupado com recordes mundiais", disse Bolt. "Tenho tempo de sobra para quebrar recordes mundiais no futuro."

"Estou concentrado nos 200m."

Johnson não tem dúvida de que seu recorde será batido.

"Estou pronto para me despedir do recorde se ele continuar fazendo o que vem fazendo", declarou Johnson em junho antes dos últimos resultados de Bolt.

ESTILOS DIFERENTES

Os estilos de Johnson e Bolt não poderiam ser mais diferentes, enquanto o americano utilizava passadas curtas, com o corpo totalmente ereto, o jamaicano solta suas longas pernas quase que com languidez.

O resultado, no entanto, é o mesmo domínio total.

Richard Thompson, de Trinidad e Tobago, ficou com a prata no sábado, com a impressionante marca de 9s89, e terminou dois metros atrás do comemorativo campeão.

"Senti que estava à frente do restante e pude vê-lo diminuindo e eu ainda me esforçando para chegar", afirmou Thompson.

Bolt, que há duas semanas disse que não tinha certeza se disputaria os 100m, afirmou que os 200m é sua prova preferida.

Tais são os padrões que ele já estabeleceu, que pode haver um certo desapontamento se ele simplesmente vencer a prova.

Seus rivais, entretanto, sabem que estão vivendo à sombra da grandiosidade de Bolt.

"Usain Bolt é um atleta fenomenal", disse Thompson. "Era apenas uma questão de tempo para que ele começasse a fazer os tempos como está fazendo agora."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below