23 de Outubro de 2007 / às 04:01 / 10 anos atrás

Nalbandian arrasa Nadal e Federer avança no torneio de Madri

Por Simon Baskett

MADRI (Reuters) - O argentino David Nalbandian, que não era cabeça-de-chave no torneio, arrasou o número 2 do mundo, Rafael Nadal por 6-1 e 6-2 nesta sexta-feira pelo Masters de Madri, e agora fará a semifinal contra o jovem sérvio Novak Djokovic.

Roger Federer, número 1 do mundo, acabou com as ambições de Feliciano López, que vinha do classificatório e perdeu por 7-6 e 6-4.

A semifinal de Federer, o atual campeão do torneio, será contra o chileno Fernando González, finalista em 2006, ou o alemão Nicolas Kiefer.

Nadal parecia ainda sob os efeitos da extenuante vitória da noite de quinta-feira sobre Andy Murray. Teve o serviço quebrado em cinco ocasiões, perdeu nove games seguidos e cometeu vários erros não-forçados.

Foi a pior derrota de Nadal desde outubro de 2004, contra Julien Benneteau em Lyon, quando ele também havia ganhado apenas três games, e é a segunda vez consecutiva que ele cai nas quartas-de-final em Madri. Para Nalbandian, finalista em 2004, é a primeira semifinal do ano, dando algum ânimo para uma temporada frustrante, na qual ele saiu do top ten e caiu para 25. no ranking.

"Tudo deu certo para mim hoje. Tirei vantagem dos erros do Rafa e ele nunca se sentiu confortável, mas senti que joguei realmente bem," avaliou o argentino.

Ao contrário de Murray, que teve cinco break points contra Nadal logo no começo do jogo, Nalbandian não desperdiçou a chance e quebrou o serviço do espanhol no terceiro game.

Outras duas quebras permitiram que ele fechasse em 6-1, e a série de nove games seguidos o colocou com 3-0 no segundo set, abrindo caminho para a vitória.

Nalbandian fez o adversário correr muito pela quadra, agravando seu cansaço. Nem o apoio da torcida permitiu que Nadal parasse de cometer erros banais e quebrasse a concentração do argentino.

Contra Federer, López até fez o que pôde, resistindo a cinco break points no longo oitavo game, e também salvando um set point. Mas não havia como evitar que o suíço assumisse a iniciativa. Federer quebrou o serviço do adversário no nono game do segundo set e assim conquistou sua 57. vitória no ano.

Djokovic, 20 anos, número 3 do mundo, teve uma vitória relativamente fácil contra Mario Ancic (7-6 e 6-2). O croata não era cabeça-de-chave, mas não havia perdido nenhum set nesta semana. No segundo set, o sérvio quebrou o serviço do rival em duas ocasiões.

"O segundo set foi outra coisa, eu estava realmente bem e estou começando a me sentir cada vez melhor," disse Djokovic.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below