LDU viaja para o Brasil decidida a vencer a Libertadores

domingo, 29 de junho de 2008 18:09 BRT
 

QUITO (Reuters) - A Liga Deportiva Universtaria de Quito (LDU) viajou neste domingo para o Brasil com a missão de capitalizar a vantagem que obteve na quarta-feira, contra o Fluminense, e ser o primeiro clube equatoriano a conquistar a Copa Libertadores.

As duas equipes se enfrentarão na próxima quarta-feira no estádio do Maracanã, às 21h50 (horário de Brasília), sob comando do árbitro argentino Héctor Baldassi.

A LDU, treinada pelo argentino Edgardo Bauza, chegará ao Brasil com vantagem, depois de ter vencido o Fluminense por 4 x 2 na partida de ida, em Quito, mas com a cautela que exige o forte rival. O jogo tático e a concentração de seus jogadores será fundamental no jogo, que será disputado diante de cerca de 90 mil torcedores.

O Fluminense aposta no fato de jogar em casa para se recuperar do resultado desfavorável que teve em Quito e que tirou um pouco do brilho de sua participação na competição até o momento, alterando seus planos de conquistar o título sem maiores problemas.

"Temos que ser inteligentes. Agora, eles, os brasileiros, têm a obrigação de sair para buscar o resultado e nós temos que saber aproveitar esse desespero e a vantagem do relógio. Temos que encurtar os espaços e controlar bem a bola", afirmou o capitão da equipe, Patricio Urrutia, meio-campista equatoriano.

Os jogadores da LDU, juntamente com a comissão técnica e os dirigentes do clube campeão equatoriano, devem chegar ao Rio de Janeiro às 21 horas. Cerca de mil torcedores do time também viajaram para o Brasil para acompanhar seu time.

"Confiantes não, decididos sim", disse Esteban Paz, dirigente da LDU, ressaltando o trabalho feito pela equipe desde o início do torneio.

Se LDU e Fluminense terminarem o jogo em igualdade de pontos e em diferença de gols, haverá uma prorrogação de 30 minutos. Se o empate persistir, o título será definido na cobrança de pênaltis.