25 de Março de 2008 / às 16:20 / 9 anos atrás

McLaren devolveu confiança a Kovalainen, diz Ron Dennis

LONDRES (Reuters) - A McLaren fez renascer a autoconfiança de Heikki Kovalainen e transformou-o em um piloto de Fórmula 1 capaz de tirar o máximo de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, afirmou Ron Dennis, chefe da escuderia.

“Heikki é um cara que sofreu reveses sistemáticos no ano passado e que, de forma também sistemática, colocamos de novo em pé”, afirmou Dennis ao jornal britânico Daily Telegraph, em uma entrevista publicada na terça-feira.

“Esperem mais três corridas, e ele estará dando muito trabalho a Lewis.”

“Lewis sabe disso. E os dois estão felizes juntos e fazem piada a esse respeito. Espero que, quando o clima tornar-se competitivo, a harmonia continua imperando”, acrescentou.

Kovalainen ingressou na McLaren no começo do ano após sair da Renault, onde se viu substituído pelo bicampeão mundial Fernando Alonso.

No ano passado, Alonso, que conquistou seus títulos com a Renault em 2005 e 2006, desentendeu-se com a McLaren e o então estreante Hamilton.

Hamilton, que lidera o mundial deste ano, terminou a temporada à frente de Alonso. Mas os dois ficaram atrás de Kimi Raikkonen, da Ferrari, que conquistou o título de 2007.

Kovalainen enfrentou uma estréia difícil na temporada anterior. Em sua prova de abertura, na Austrália, foi acusado pelo chefe da Renault, Flavio Briatore, de ser “um lixo”.

Apesar de ter conquistado um honroso segundo lugar no Grande Prêmio do Japão em 2007, o finlandês teve dificuldades a bordo daquele carro ruim da Renault, que perdeu seus dois títulos (de construtores e de piloto) para a Ferrari.

De toda forma, Kovalainen começou bem o ano de 2008, terminando em quinto na Austrália e em terceiro na Malásia, à frente de Hamilton.

“Essa é uma história sobre como um cara perdeu sua motivação e foi mal orientado a respeito de sua preparação física”, disse Dennis sobre a temporada de Kovalainen na Renault.

“Mas temos de reconhecer o mérito de Martin (Martin Whitmarsh, diretor-executivo da McLaren) e dos caras que analisam os candidatos em potencial. Nós analisamos os padrões. Quem sabe pilotar? Quem estava na melhor equipe? Quando aplicamos esses critérios, ele (Kovalainen) ficou quilômetros à frente das outras opções”, disse Dennis.

Reportagem de Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below