Fracassos anteriores diante da Itália não preocupam a Espanha

sábado, 21 de junho de 2008 18:09 BRT
 

Por Simon Baskett

VIENA (Reuters) - Os fracassos passados da Espanha contra a Itália não pesam nos ombros dos jogadores espanhóis e eles não vêem a partida de domingo, pelas quartas-de-final da Euro 2008, como uma maneira de vingar as decepções anteriores.

"Nós não estamos pensando a respeito da história, apenas no jogo de amanhã", disse o atacante espanhol David Villa em uma coletiva de imprensa no Estádio Ernst Happel, neste sábado.

"Dessa vez é diferente porque este time não jogou as partidas anteriores e o que aconteceu no passado não vai ajudar nenhuma das seleções. Estamos apenas concentrados em vencer o jogo".

"Sim, os resultados anteriores são favoráveis a eles, mas é o jogo de amanhã que conta e, se eles quiserem vencer, terão de ser melhores que nós, simples assim".

A Espanha nunca derrotou a Itália em um grande torneio fora as Olimpíadas e foi eliminada pelos italianos nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 1994, última vez que os dois times se encontraram, em uma partida cheia de polêmica.

Perdendo por 2 x 1 com poucos minutos restando para o final do jogo, o meio-campista da Espanha, Luis Enrique, levou uma cotovelada de Mauro Tassotti, que quebrou seu nariz, dentro da área. O jogador pediu pênalti, mas o árbitro não deu e a Espanha foi eliminada.

Villa, que vem da mesma região da Espanha que Luis Enrique e que idolatrava o jogador quando era jovem, disse que não estava preocupado em acertar as contas com os italianos.

"Luis Enrique sofreu naquele jogo nos Estados Unidos assim como todo o país, não apenas porque perdemos, mas por causa de seu nariz quebrado. Mas não queremos vingança ou algo do gênero, nós só queremos vencer a partida, só isso".   Continuação...