17 de Junho de 2008 / às 16:18 / 9 anos atrás

Barça não precisa de Ronaldinho, Deco e Eto'o, diz novo técnico

<p>O novo t&eacute;cnico do Barcelona, Pep Guardiola, chega para confer&ecirc;ncia no est&aacute;dio Nou Camp, em Barcelona. dia 17 de junho. O novo t&eacute;cnico do Barcelona, Pep Guardiola, disse nesta ter&ccedil;a-feira que Ronaldinho, Deco e Samuel Eto'o n&atilde;o fazem parte de seus planos para o time. Photo by Gustau Nacarino</p>

MADRI (Reuters) - O novo técnico do Barcelona, Pep Guardiola, disse nesta terça-feira que Ronaldinho, Deco e Samuel Eto'o não fazem parte de seus planos para o time.

"Estamos formando um time, e eles não estão em nossos pensamentos, mas veremos o que acontece", disse Guardiola, de 37 anos, ao ser apresentado oficialmente como novo técnico.

"Isto surge da análise de questões como desempenho, temporadas deles no time e outros fatores intangíveis."

Guardiola, ex-meio-campo do Barça e da seleção da Espanha, assinou contrato de dois anos com o clube para substituir Frank Rijkaard, demitido no fim da última temporada.

Depois de dois anos sem conquistar nenhum título e tendo obtido apenas um decepcionante terceiro lugar na temporada passada do Espanhol, uma mudança de rumo sempre esteve em consideração.

O atacante brasileiro Ronaldinho, de 28 anos, que brilhou no Barça quando ganhou títulos do Campeonato Espanhol e a Copa dos Campeões da Europa, em 2006, sofreu uma série de contusões e ficou fora de forma no ano passado, participando somente de 13 dos 38 jogos da Liga.

Ronaldinho tem sido assediado pelo Manchester City e o Milan.

"Se eu sentisse que Ronaldinho quer retornar para ser o jogador que ele foi, ele estaria aqui", disse Guardiola. "Mas houve uma deterioração da situação e eu quero formar um time em que todos se sintam importantes."

Como Ronaldinho, o meio-campo de Portugal Deco, de 30 anos, que veio do Porto em 2004, luta para recuperar sua antiga forma no Barcelona e está sendo sondado pelo Chelsea e o Milan.

Samuel Eto'o', de 27 anos, da seleção do Camarões, vem sendo o principal atacante desde 2004, mas perdeu grande parte dos jogos das duas últimas temporadas por causa de contusões. Também se desentendeu com colegas do time e com Rijkaard.

"Estamos procurando um número nove que complemente Thierry Henry e Bojan Krkic, de modo que todos os três se sintam como primeira opção", afirmou Guardiola.

Guardiola integrou o chamado "Time dos Sonhos" de Johan Cruyff, que conquistou quatro títulos consecutivos do Espanhol entre 1991 e 1994 e a Copa dos Campeões em 1992, mas sua experiência como treinador se resume a ter liderado o time B do Barça.

"Compreendo as dúvidas que as pessoas têm sobre minha experiência. Sei que estou aqui por causa de meu passado de jogador", disse o técnico. "Sinto que as dúvidas vão começar a diminuir dentro de alguns meses porque estou ciente de minhas habilidades."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below