Menos pressionada, Daiane vai repetir "Brasileirinho" em Pequim

terça-feira, 10 de junho de 2008 13:26 BRT
 

Por Tatiana Ramil

CURITIBA (Reuters) - Daiane dos Santos está se sentindo mais leve. Quatro anos depois de falhar na final olímpica do solo, a atleta comemora o fato de ter deixado de ser a protagonista da ginástica para os Jogos de Pequim e decidiu repetir a música "Brasileirinho" para a última Olimpíada de sua carreira.

Com "Brasileirinho", Daiane ganhou várias etapas da Copa do Mundo e chegou ao topo do ranking no aparelho.

"A gente tentou achar outra música, mas muita gente pediu para usarmos de novo o 'Brasileirinho', que foi uma música que marcou bastante", disse a atleta gaúcha à Reuters após o treino de segunda-feira em Curitiba.

Ao som da música de Waldir Azevedo, Daiane também sofreu uma decepção. Nos Jogos de Atenas, ela cometeu erros e terminou a prova em que era considerada favorita em quinto lugar. Na ocasião, ela era o centro das atenções da delegação brasileira. Agora, divide os holofotes com Jade Barbosa e Diego Hypólito.

"É bom porque você fica um pouco mais tranquila. As pessoas têm bastante expectativa, e isso é uma coisa que você aprende a lidar aos poucos", afirmou a atleta. "A expectativa desta vez é diferente, tem mais meninas, tem o Diego."

A série que a ginasta vai apresentar em Pequim é, segundo ela, mais "forte" que a utilizada em Atenas. "É uma série diferente. Mexemos em alguns pontos da coreografia e na parte acrobática também", contou Daiane, que não vê problema na repetição da música.

A campeã mundial do solo em 2003 acredita que o Brasil tem boas chances de medalha em Pequim, especialmente com Diego no solo, Jade no salto e no solo e ela própria no solo. Para Daiane, a equipe vem evoluindo a cada ano e prova disso foi o quinto lugar da seleção feminina no Mundial do ano passado.

Daiane evita apontar favoritas para a final do solo. Chegou a citar a chinesa Fei Cheng, mas comentou que pode haver surpresas.   Continuação...

 
<p>Menos pressionada, Daiane vai repetir 'Brasileirinho' em Pequim. Daiane dos Santos est&aacute; se sentindo mais leve. Quatro anos depois de falhar na final ol&iacute;mpica do solo, a atleta comemora o fato de ter deixado de ser a protagonista da gin&aacute;stica para os Jogos de Pequim e decidiu repetir a m&uacute;sica 'Brasileirinho' para a &uacute;ltima Olimp&iacute;ada de sua carreira. 9 de junho. Photo by Cesar Ferrari</p>