Itália espera que sorte na Eurocopa mude contra a França

domingo, 15 de junho de 2008 13:54 BRT
 

Por Mark Meadows

BADEN, Áustria (Reuters) - A campeã do mundo Itália espera que a má sorte que afetou o time na Euro 2008 até agora mude na terça-feira na partida diante da França.

Os campeões mundiais sentiram o empate em 1 x 1 com a Romênia, quando um gol de Luca Toni foi indevidamente anulado por impedimento e o árbitro Tom Henning Ovrebo deu um pênalti no final da partida a favor dos romenos, defendido por Gianluigi Buffon para manter a Itália viva na competição.

Um gol duvidoso de Ruud van Nistelrooy abriu o placar para a Holanda derrotar a Itália por 3 x 0, em seu primeiro jogo do grupo, quando a defesa da Itália ficou exposta com a ausência do capitão Fabio Cannavaro, que desfalca a equipe por causa de uma contusão.

Apesar de seus infortúnios, a Itália ainda pode se classificar para a próxima fase, dependendo do resultado da partida entre Romênia, que tem dois pontos, e a já classificada Holanda.

"Até agora, nos sentimos sem sorte por causa dos árbitros contra Holanda e Romênia. Espero que os erros contra a gente tenham acabado", disse o defensor Giorgio Chiellini aos repórteres.

O árbitro eslovaco Lubos Michel comandará o jogo de terça-feira, que repete a final da Copa do Mundo de 2006, escolha que fez Buffon sentir que a sorte do time pode mudar.

"Essa escolha nos dá alguma garantia. Nós merecemos um árbitro de respeito num jogo decisivo", declarou o goleiro durante a coletiva de imprensa.

Entretanto, a Itália sabe que a maior parte da culpa é sua por ter apenas um ponto até o momento.   Continuação...