Hamilton diz que Kovalainen está sendo modesto demais

quinta-feira, 13 de março de 2008 13:29 BRT
 

MELBOURNE (Reuters) - O piloto Lewis Hamilton, da McLaren, resistiu na quinta-feira a deixar-se seduzir por uma teórica sensação de segurança diante de seu parceiro de equipe, Heikki Kovalainen, no Grande Prêmio da Austrália.

Kovalainen, o piloto finlandês que veio da Renault ao ser trocado pelo bicampeão mundial Fernando Alonso, considerou pequenas suas chances de ficar com a pole position ou de vencer o primeiro GP da temporada de 2008 da Fórmula 1, no domingo.

Hamilton, que venceu quatro provas no seu sensacional ano de estréia na categoria, em 2007, disse que Kovalainen estava sendo modesto demais.

"Acho que ele não está mostrando suas cartas ainda e está sendo modesto demais. Todo mundo sabe que ele é enormemente competitivo e muito talentoso. Eu, ao menos, sei disso", afirmou o piloto britânico, de 23 anos, a repórteres.

"Tenho certeza de que ele vai fazer com que eu ande no limite como eu farei com que ele ande no limite."

Hamilton, que se desentendeu amargamente com Alonso no ano passado, afirmou que sua relação com Kovalainen "não poderia ser melhor".

"Ele tem sido muito mais ativo na equipe do que qualquer outro piloto que eu já tenha visto", acrescentou.

"Temos jogado tênis e basquete. E fizemos uma viagem de preparação juntos. É maravilhoso vê-lo participando de todas as atividades."

O chefe da McLaren, Ron Dennis, que chegou a Melbourne na quinta-feira de manhã após ter ficado em dúvida sobre se continuaria no cargo, concordou com as declarações de Hamilton. Mas, em vista do drama de 2007, acrescentou uma nota de precaução.   Continuação...