Londres quer novo conceito para as cerimônias dos Jogos de 2012

sábado, 30 de agosto de 2008 13:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - As cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de 2012 devem envolver toda a cidade de Londres, não apenas o estádio principal em Stratford, no leste da capital, afirmou neste sábado Tessa Jowell, ministra das Olimpíadas de Londres.

Tradicionalmente, a festa de abertura e de encerramento dos Jogos Olímpicos são realizadas no mesmo estádio, assim como aconteceu recentemente em Pequim, com a China sendo muito aplaudida por suas extravagantes cerimônias no estádio futurista Ninho de Pássaro.

"Nós não queremos tentar imitar Pequim", disse Jowell em entrevista ao jornal Independent. "O que queremos são novas formas de pensar sobre a cerimônia de abertura."

"Queremos que toda a Londres seja envolvida, com diferentes partes da cidade fazendo parte da cerimônia. Os Jogos de Londres devem ser profundamente democráticos, com os cidadãos se sentindo intimamente envolvidos."

Jowell também está avaliando um sistema de venda de ingressos parecido com o utilizado pelos organizadores do torneio de tênis de Wimbledon, em que ingressos que não foram utilizados são emitidos novamente para minimizar o número de lugares vazios.

Uma das críticas feitas à Olimpíada de Pequim foi pelo fato de muitas competições terem sido disputadas diante de arquibancadas vazias, forçando os organizadores a apelar para voluntários vestidos com camisetas amarelas para animar o ambiente e as imagens viajaram pelo mundo todo.

Muitos dos lugares não foram ocupados porque patrocinadores e outros parceiros dos Jogos não utilizaram os ingressos cedidos a eles.

"Você não pode impedir que os patrocinadores comprem ingressos, mas precisamos maximizar as oportunidades de o público ver os Jogos em primeira mão."

(Reportagem de John Joseph)