4 de Dezembro de 2007 / às 22:50 / 10 anos atrás

Celtic perde do Milan, mas passa às oitavas da Liga dos Campeões

Por Mark Meadows

MILÃO (Reuters) - O Celtic passou na terça-feira às oitavas-de-final da Liga dos Campeões, apesar da derrota de 1 x 0 para o já classificado Milan, graças à vitória do Benfica sobre o Shakhtar Donetsk.

O Milan, atual campeão, ficou em primeiro no grupo D, seguido pelo Celtic, com nove pontos.

O único gol do jogo foi marcado por Filippo Inzaghi, aproveitando um corte feito por Cafu, no segundo tempo.

O Shakhtar, que precisava bater o Benfica em casa e torcer por uma vitória do Milan, perdeu de 2 x 1 para os portugueses, cujos gols foram comemorados pela torcida do Celtic dentro do San Siro.

A vitória coloca o Benfica na Copa da Uefa. A rodada decisiva do grupo D foi antecipada em uma semana para que o Milan possa viajar ao Japão, onde disputa o Mundial da Fifa.

O Celtic só precisava de um ponto, mas o técnico Gordon Strachan havia prometido que o time jogaria para vencer -- o que não se viu em campo, pois os escoceses só criaram uma chance de gol no primeiro tempo, num chute de longa distância de Jiri Jarosik.

Scott Brown, que levou um cartão amarelo e ficará suspenso no primeiro jogo das oitavas, em fevereiro, perdeu uma grande chance, com gol aberto, no segundo tempo.

Strachan escalou o meia Massimo Donati, ex-Milan, que marcou já nos descontos na vitória da semana passada sobre o Shakthar (2 x 1), mas o italiano passou praticamente despercebido em campo.

O Milan, interessado em terminar na primeira colocação, para pegar uma chave melhor, criou muito mais oportunidades que os visitantes.

Kaká, que antes do pontapé inicial recebeu novamente a Bola de Ouro (já entregue oficialmente no domingo), chutou para fora depois de uma falha na zaga do Celtic. No começo do segundo tempo, Andrea Pirlo quase abriu o placar numa falta. Antes de marcar o único gol, Inzaghi cabeceou sem marcação, mas inexplicavelmente nas mãos do goleiro Artur Boruc.

O gol dele, num chute à queima-roupa, provocou aflição na torcida do Celtic, até que o resultado do Shakhtar ficasse claro.

Pensando no Mundial, Carlo Ancelotti trocou toda a defesa, inclusive o goleiro, mas manteve o meio-campo intacto. No ataque, Inzaghi substituiu Alberto Gilardino.

Reportagem de Mark Meadows

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below