Marion Jones admite uso de esteróides, diz jornal

quinta-feira, 4 de outubro de 2007 21:08 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A campeã de atletismo Marion Jones admitiu ter usado esteróides na preparação para a Olimpíada de 2000 e na sexta-feira deve se declarar culpada em dois processos nos quais é acusada de mentir sobre o uso de drogas, disse na quinta-feira o jornal norte-americano The Washington Post.

Jones, que também deve confessar um crime financeiro sem relação com o caso de doping, num tribunal de Nova York, fez a admissão em carta enviada a parentes e amigos, segundo o Post.

De acordo com essa carta, Jones tomou por dois anos, a partir de 1999, o esteróide conhecido como "the clear". Nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, ela conquistou cinco medalhas de ouro, inclusive dos 100 e 200 metros rasos.

A carta foi lida ao The Washington Post por uma pessoa que recebeu uma cópia. Uma fonte familiarizada com a situação jurídica da atleta confirmou, sob anonimato, os fatos mais relevantes descritos na carta, disse o jornal.

No final de 2004, o Comitê Olímpico Internacional (COI) abriu uma investigação sobre o suposto uso de doping por Jones, 31 anos, que antes afirmava nunca ter usado drogas para melhorar seu desempenho.

Na carta, ela conta que pode pegar até seis meses de prisão por mentir a agentes federais sobre o uso de doping, disse o Post.