Após o pódio, Barrichello pressiona Honda por novo contrato

domingo, 6 de julho de 2008 16:55 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - O piloto Rubens Barrichello acabou com uma espera de três anos neste domingo ao subir novamente ao pódio, o que mostrou que o brasileiro não perdeu seu talento de pilotar na chuva.

Enquanto comemorava o terceiro lugar no GP da Inglaterra, que não trouxe nenhuma ameaça a suas chances de permanecer na Honda na próxima temporada, o piloto de 36 anos sentiu que poderia ter se saído ainda melhor.

"Adoro a chuva", disse ele. "Hoje, estava muito difícil no começo da prova por causa da pouca visibilidade, já que larguei de trás. Houve um momento em que toquei na linha branca e rodei", afirmou.

"Houve um pequeno problema na parada no box que eu ainda não sei o que aconteceu, permaneci lá por mais de 20 segundos e isso me custou uma posição a mais no pódio."

Barrichello, que é dono do recorde de 261 corridas na Fórmula 1, usou toda sua experiência para fazer a escolha certa do momento mais adequado para colocar pneus de chuva, que começou a cair pesadamente na metade da prova.

Com o ex-diretor técnico da Ferrari, Ross Brawn, elaborando a estratégia do pit como chefe de equipe, a Honda conseguiu seu primeiro pódio do ano e quase dobrou seus pontos de uma só vez.

SEM INTENÇÃO DE PARAR

Barrichello, cujo contrato termina no final da temporada, não perdeu tempo e começou a pressionar para permanecer no time em 2009.   Continuação...