Chance de Alonso na Ferrari em 2008 é zero, diz chefe da equipe

domingo, 30 de setembro de 2007 17:45 BRT
 

Por Alan Baldwin

FUJI (Reuters) - O chefe de equipe da Ferrari, Jean Todt, descartou qualquer possibilidade de ter o bicampeão mundial Fernando Alonso na escuderia italiana no ano que vem.

"Zero por cento", disse Todt aos repórteres, depois do Grande Prêmio do Japão neste domingo, quando indagado sobre as chances do espanhol.

"Temos dois pilotos fantásticos, Kimi (Raikkonen) e Felipe (Massa). Estamos muito contentes com eles e eles estão sob contrato", disse.

"Eu respeitaria até o contrato do sujeito que limpa o chão, por isso você pode imaginar que vou respeitar um contrato com eles", acrescentou o francês. "Se temos um contrato, nós o respeitamos."

O futuro de Alonso tem sido motivo de especulações consideráveis, embora ele tenha um contrato para 2008 com a McLaren.

A mídia tem cogitado um retorno do piloto de 26 anos à Renault ou sua transferência para a Ferrari, depois da recusa da McLaren de lhe conceder um tratamento especial.

Seu companheiro de equipe Lewis Hamilton, vencedor da prova deste domingo, jogou lenha na fogueira ao afirmar à mídia britânica que preferia ver Alonso na Ferrari no ano que vem do que permanecer onde está.

Apesar de seus comentários, Todt declarou em uma entrevista ao jornal espanhol El País que admira o piloto espanhol e não descarta um eventual interesse nele.

"As pessoas têm dito que enquanto eu estiver na Ferrari Alonso não pode vir. Isto não é verdade", teria dito o chefe da equipe italiana.

"Eu nunca disse isso. Não seria certo. Sou empregado da Ferrari. Se em algum momento eu soubesse que a Ferrari estava interessada em contratar Alonso, eu diria tudo bem. Não iria me opor. Meu interesse principal é a Ferrari."