Hamilton supera medo de mergulhar em águas profundas

quinta-feira, 3 de abril de 2008 16:53 BRT
 

Por Alan Baldwin

MANAMA (Reuters) - O líder da atual temporada da Fórmula 1, Lewis Hamilton, revelou na quinta-feira que superou o medo de águas profundas, mas disse que continua temendo ser atacado por tubarões.

O britânico, de 23 anos, parecia descansado e tranquilo na entrevista coletiva, dias antes do Grande Prêmio de Barein. Lewis chegava de uma viagem de passeio e treinamento físico pela Tailândia, viagem que realizou com o piloto alemão Adrian Sutil, da equipe Force Índia.

"Nós corremos bastante, no calor, obviamente", afirmou. "Fazer exercícios lá é duas vezes mais cansativo do que em outros lugares. Nós também andamos bastante de caiaque, e nadamos. Eu particularmente não gosto muito de me afastar da costa, mas superei isso."

"Eu superei um dos meus medos, o que foi bom", disse ele. "Acho que tenho medo do desconhecido, de não saber o que há debaixo da gente", afirmou.

"Gosto de mergulhar. Mas ficar embaixo d'água é algo totalmente diferente do que ficar na superfície. Nesses programas todos dos canais Discovery a gente vê os tubarões saindo da água e comendo qualquer coisa que esteja flutuando na superfície. Não é agradável enxergar-se nessa situação."

Hamilton venceu o Grande Prêmio da Austrália, que abriu a temporada, e chegou em quinto lugar na Malásia. O piloto está hoje três pontos à frente de Kimi Raikkonen, da Ferrari, e de Nick Heidfeld, da BMW Sauber. Barein é a terceira etapa do ano.

(Reportagem de Alan Baldwin)