TV chinesa vai transmitir Olimpíada ao vivo sem "delay"

terça-feira, 8 de julho de 2008 12:08 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A televisão estatal chinesa pretende abrir mão do pequeno atraso que normalmente adota nas transmissão ao vivo durante os Jogos Olímpicos de Pequim, para que o público possa assistir a tudo "no momento em que acontece", anunciou na terça-feira a agência oficial de notícias Xinhua.

A China Central Television (CCTV) sempre embutiu um "delay" (atraso) de 30 segundos na transmissão de programas ao vivo, para assegurar que fossem ao ar "com segurança e tranquilidade", disse a agência.

O intervalo também proporciona à emissora governamental uma janela breve de tempo para impedir que imagens de protestos ou conteúdos que contenham críticas às autoridades cheguem ao telespectador comum.

A decisão de abrir mão desse intervalo vai permitir que a CCTV se sincronize com os sinais internacionais de televisão e rádio transmitidos do centro de mídia dos Jogos Olímpicos, disse a Xinhua.

A emissora destinou 3.000 profissionais à cobertura dos Jogos Olímpicos. Mais de 2.500 horas de programação serão transmitidas por sete dos 17 canais controlados pela emissora.

Quando Pequim se candidatou a sediar a Olimpíada, prometeu adotar normas temporárias para permitir liberdade total de mídia. Cerca de 25 mil jornalistas estrangeiros são aguardados para cobrir o evento.