Herói do jogo, Luis Fabiano se aproxima de vaga na seleção

quinta-feira, 22 de novembro de 2007 07:23 BRST
 

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Convocado às pressas e escalado na última hora, Luis Fabiano salvou o Brasil ao marcar os dois gols da vitória sobre o Uruguai por 2 x 1. Após a boa atuação, o atacante evitou falar em vaga garantida para as próximas convocações. Mas o técnico Dunga indicou que ele estará presente.

"Futebol é momento e o Luis Fabiano entrou e aproveitou. Quando o jogador vem e vai bem, ele automaticamente se convoca", disse Dunga após o jogo no Morumbi, em São Paulo.

Cercado por diversos jornalistas já na madrugada de quinta-feira, o jogador preferiu ser cauteloso. "Estou voltando agora, foram apenas dois jogos, tem muita coisa pela frente. Vou manter a humildade, a seriedade e continuar trabalhando para voltar (à seleção)."

O jogador do Sevilla foi chamado por Dunga para os jogos contra o Peru, no último domingo, e o Uruguai após a contusão de Afonso. A escalação dele como titular na quarta-feira foi uma surpresa, já que o escolhido vinha sendo Vágner Love.

Luis Fabiano teve poucas chances no jogo com os uruguaios, porém conseguiu marcar quando a bola chegou. O primeiro gol foi num chute cruzado, sem ângulo, e o segundo de perna esquerda, dentro da grande área.

"Procurei fazer o meu melhor, a partida estava muito difícil. Com nossa garra, nossa luta, tudo deu certo. Estou muito feliz com a vitória", disse o ex-jogador do São Paulo, muito aplaudido pela torcida no Morumbi.

Dunga explicou a opção por Luis Fabiano por se tratar de um jogador mais forte fisicamente que Vágner Love. "Era um jogo com uma característica diferente, os zagueiros marcam muito forte e tínhamos que aproveitar as bolas aéreas e a parede que o Luis faz muito bem."

Outro jogador que se destacou na vitória brasileira foi o goleiro Júlio César. Após levar um gol logo aos 8 minutos de jogo, ele fez ótimas defesas, evitando que o Uruguai ampliasse o placar.   Continuação...

 
<p>Atacante Luis Fabiano comemora ap&oacute;s marcar um de seus dois gols na vit&oacute;ria do Brasil por 2 x 1 sobre o Uruguai, na quarta-feira, no Morumbi. Photo by Paulo Whitaker</p>