Djokovic e Wawrinka fazem a final do torneio de tênis de Viena

sábado, 13 de outubro de 2007 13:22 BRT
 

VIENA (Reuters) - O sérvio Novak Djokovic chegou à sua sétima final do ano ao vencer o italiano Andreas Seppi por 6-4 e 6-3, neste sábado, no Torneio de Viena.

Na final, Djokovic irá enfrentar o suíço Stanislas Wawrinka, que derrotou o espanhol Juan Carlos Ferrero por 7-5 e 6-1.

Djokovic não mostrou nenhum sinal de fadiga após a maratona que foi seu jogo de quartas-de-final contra o Juan Ignacio Chela, na sexta-feira, no qual ele teve de se recuperar de dois match points contra si.

Ele ainda teve dificuldades para superar, em sets seguidos, um adversário persistente que já havia derrotado o oitavo cabeça-de-chave Marcos Baghdatis e atual campeão do torneio Ivan Ljubicic.

Depois de quebras de serviço para ambos os lados no início da partida, os dois jogadores continuaram a enfrentar a ameaça da quebra e foi Djokovic quem soube melhor se aproveitar das oportunidades que teve ao quebrar o saque de Seppi e levar o primeiro set quando o italiano colocou um forehand para fora.

Djokovic teve sorte no segundo set, quando Seppi perdeu seu saque depois de liderar por 40-0 e permitiu que Djokovic abrisse 3-1 no placar, mas o sérvio teve que lutar muito para manter sua vantagem.

Ele precisou de sete game points para fazer 4-1 e, depois de uma dupla-falta, cedeu a Seppi o break point no 4-2, mas ele conseguiu se livrar do problema com um belo winner cruzado que empolgou os torcedores.

Ferrero parecia apático contra Wawrinka e raramente se mostrou capaz de ser realmente um desafio sério para seu adversário, que abriu uma vantagem de 4-0.

O espanhol teve uma bela recuperação e empatou o jogo em 4-4, mas Wawrinka retomou o controle da partida e quebrou o saque de seu adversário pela terceira vez para fechar o set.

O segundo set seguiu um caminho parecido com o primeiro e Wawrinka abriu uma vantagem de 5-0 com um total de 11 aces que o ajudaram a dominar completamente a partida.