26 de Julho de 2008 / às 12:18 / em 9 anos

Brasil bate Japão e enfrentará EUA na semifinal da Liga Mundial

<p>Brasil bate Jap&atilde;o e confirma vaga na semifinal da Liga. O brasileiro Andr&eacute; Nascimento corta em cima do bloqueio japon&ecirc;s. Diante da equipe japonesa desfalcada, a sele&ccedil;&atilde;o brasileira de v&ocirc;lei masculino conseguiu uma vit&oacute;ria tranquila por 3 sets a 0, classificando-se para as semifinais da Liga Mundial. 25 de julho. Photo by Sergio Moraes</p>

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Diante de uma equipe B japonesa convidada de última hora, a seleção brasileira de vôlei masculino foi ameaçada apenas no segundo set e conseguiu uma vitória tranquila por 3 sets a 0 (25-16, 25-23 e 25-15), nesta sexta-feira, classificando-se em primeiro lugar de sua chave para as semifinais da Liga Mundial.

Os atuais campeões olímpicos, que buscam o oitavo título da Liga, agora enfrentarão na semifinal de sábado a seleção dos Estados Unidos, que ficou com a segunda posição da outra chave. A segunda semifinal será disputada entre Rússia e Sérvia. Os sérvios se classificaram em primeiro ao vencer a Polônia por 3 sets a 0, também nesta sexta-feira.

“Os Estados Unidos são um time que taticamente joga muito bem. Eles são muito experientes, bateram o Brasil em algumas competições importantes, eles são uma equipe que sabe jogar muito bem contra o Brasil. Talvez eles sejam a equipe que mais estudou o Brasil nesses anos todos”, disse a jornalistas o técnico Bernardinho sobre o próximo adversário da seleção.

Nesta manhã, o Brasil pôde aproveitar a partida contra a seleção quase toda reserva do Japão para dar ritmo aos jogadores do banco e poupar os titulares, como o capitão Giba, que atuou apenas no primeiro set e depois passou a espectador. O time principal do Japão ficou no país treinando para a Olimpíada de Pequim, que começa em duas semanas.

Sérvia e Polônia estão no grupo do Brasil na Olimpíada, assim como a Rússia, que o Brasil já venceu na estréia na fase final da Liga Mundial, no Maracanãzinho. EUA e Japão estão na outra chave olímpica.

Todos os jogadores brasileiros, com exceção do líbero Sérgio, pontuaram na partida contra o Japão, com destaque para Murilo e Dante, que lideraram o ataque do Brasil com 9 pontos cada um.

Depois de um passeio brasileiro no primeiro set, em que os japoneses fizeram apenas 7 pontos por seus próprios méritos, a seleção asiática conseguiu aproveitar-se de desatenções do Brasil na segunda parcial e abriu vantagem de 19-16.

Ainda após o empate do Brasil em 19-19, o Japão continuou bem na partida e endureceu a parcial até o final, quando um bloqueio de Bruno garantiu a vantagem de 2 sets a 0 ao Brasil.

No último set, quando o técnico Bernardinho colocou a equipe reserva em quadra, o Brasil não deu chances e fechou em 25-15.

O Japão, que ficou apenas em o 3o lugar de seu grupo na fase classificatória da Liga Mundial, com 5 vitórias e 7 derrotas, só foi convidado para disputar a fase final no Rio de Janeiro após recusas de Itália e Bulgária. A equipe já havia perdido também por 3 sets a 0 para a Rússia na quinta-feira.

Os italianos, tradicionais adversários do Brasil e concorrentes à medalha de ouro na Olimpíada de Pequim, preferiram ficar treinando na Europa e evitar a desgastante viagem ao Brasil antes do embarque para os Jogos Olímpicos, que começam em duas semanas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below