Platini adverte Polônia e Ucrânia sobre Euro 2012

sábado, 28 de junho de 2008 18:01 BRT
 

Por Mike Collett

VIENA (Reuters) - O presidente da UEFA, Michel Platini, advertiu Polônia e Ucrânia neste sábado sobre a organização da Eurocopa 2012, dizendo que a competição poderá acontecer em outro país se os estádios das cidades-sede não estiverem prontos.

Platini, que não fixou uma data limite para os estádios ficarem prontos, encabeçará uma delegação de 12 componentes que visitará ambos os países na próxima semana para observar o progresso das instalações.

Em uma concorrida entrevista coletiva em Viena, na véspera da final da Eurocopa 2008 entre Espanha e Alemanha, Platini disse: "Vamos fazer tudo que pudermos para que a competição seja disputada na Polônia e na Ucrânia".

"Não há um plano B. Não estamos arrependidos ou coisa parecida e respeitamos nossa decisão de ir à Polônia e à Ucrânia", argumentou.

A entidade que comanda o futebol europeu advertiu Polônia e Ucrânia, depois da reunião executiva de janeiro em Zagreb, que os próximos meses seriam decisivos para determinar se os dois países estão em condições de receber o torneio.

"A única coisa que poderia fazer com que eu decida não ir é se não houver estádios nas capitais, em Varsóvia e Kiev. Se nestes lugares não houver estádios, não haverá torneio", afirmou Platini.

O dirigente francês disse neste sábado que a UEFA tomaria sua decisão definitiva na reunião executiva que será realizada na cidade francesa de Bourdeaux entre 25 e 26 de setembro.

Os problemas de infra-estrutura a serem resolvidos para a concretização do projeto incluem a modernização de aeroportos, estradas e ferrovias e o tempo necessário para a construção de novos hotéis e estádios.   Continuação...