Tempo em SP muda pista e prejudica acerto dos carros na F1

sexta-feira, 19 de outubro de 2007 19:59 BRST
 

Por Camila Moreira

SÃO PAULO (Reuters) - Os treinos livres de sexta-feira do Grande Prêmio do Brasil foram disputados em condições bastante variáveis e os pilotos tiveram dificuldades para encontrar o melhor acerto para os carros.

Pela manhã os carros foram à pista sob uma forte garoa, mas à tarde a pista foi gradualmente secando. Felipe Massa, da Ferrari, explicou que tentou várias configurações de acerto durante o dia, e terminou com o terceiro melhor tempo.

"Foi um bom treino, mas a condição da pista mudava, a cada volta melhorava porque foi secando. Serve de parâmetro um pouco, mas fica difícil ter 100 por cento de certeza porque a condição mudava a cada minuto", explicou ele.

Massa afirmou que poderia ter ficado ainda mais perto das McLarens de Lewis Hamilton e Fernando Alonso, respectivamente primeiro e segundo mais rápidos no dia, mas foi prejudicado porque acabou pegando trânsito no final. Entretanto, ele está confiante.

"Temos a possibilidade de fazer uma classificação e uma corrida competitivas com a McLaren", disse ele, vencedor no ano passado em Interlagos.

Já Barrichello acredita que deve ficar em uma posição intermediária no grid de largada.

"Consegui o 13o tempo com o tanque praticamente cheio, e existe uma pequena chance de classificarmos entre os 10 primeiros", disse ele, lembrando também das mudanças de condições.

"Se a gente soubesse que o fim de semana seria dessa forma o tempo todo, estaria pronto. Mas como deve ser mais para seco a gente de certa forma ainda tem muito a aprender."   Continuação...