5 de Abril de 2008 / às 16:14 / 9 anos atrás

COI diz que Pequim foi "escolha sábia" para Olimpíada

Por Melanie Lee

CINGAPURA (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) não se arrepende da “sábia escolha” de Pequim para ser a sede dos Jogos Olímpicos deste ano, afirmou seu presidente neste sábado.

Jacques Rogge afirmou ainda que o COI não vê um “momento propício” para qualquer tipo de boicote aos Jogos pelos governos.

A China, que conquistou em 2001 o direito de ser a sede dos Jogos Olímpicos, enfrenta uma crise de relações exteriores depois de ter reprimido rigorosamente marchas de monges no Tibet.

Rogge afirmou que a oportunidade de levar os Jogos para a nação mais populosa do mundo significa que o COI fez a escolha certa.

“O COI considera que fez uma sábia escolha em premiar Pequim com os Jogos e não se arrepende”, disse Rogge numa coletiva de imprensa em resposta à pergunta sobre o histórico de direitos humanos na China.

“Nós temos um tremendo valor agregado em trazer esportes e a Olimpíada para um quinto da humanidade.”

As marchas lideradas por monges budistas no Tibet se transformaram num protesto anti-China em Lhasa e iniciou uma série de manifestações pela região.

A China culpa o Dalai Lama e seus seguidores por estimular a violência em Lhasa para tentar desacreditar os Jogos Olímpicos. O líder budista de 72 anos tem expressado repetidamente seu apoio aos Jogos.

A prisão pela China de dissidentes budistas chineses que discursaram sobre o Tibet e outros tópicos delicados irritaram organizações não-governamentais que condenam o comportamento da China e acusam o COI de ficar em silêncio.

O COI defendeu sua estratégia de não se envolver em política. A questão dos protestos e a possibilidade de boicote ao evento serão discutidos no próximo fim de semana durante um encontro de dirigentes do COI, afirmou Rogge.

Rogge afirmou que a pouca qualidade do ar de Pequim pode afetar a performance dos atletas.

“A saúde dos atletas não está absolutamente em perigo. Não há perigo para sua saúde, mas alguns deles podem ter sua performance um pouco reduzida”, afirmou Rogge a estudantes durante um debate.

O atual recordista da maratona, Haile Gebrselassie, que sofre de asma, afirmou no mês passado que não competirá no evento por causa da pouca qualidade do ar.

Pequim, uma das cidades mais poluídas do mundo, planeja retirar metade de seus 3,5 milhões de carros das ruas e fechar parcialmente a indústria da capital e de cinco províncias vizinhas por dois meses para a Olimpíada.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below