Violência de torcida interdita estádio do Cerro Porteño

sábado, 9 de fevereiro de 2008 15:08 BRST
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - O clube paraguaio Cerro Porteño ficou proibido de usar o estádio Defensores del Chaco durante suas próximas quatro partidas da Copa Libertadores depois do comportamento violento da torcida na última quarta-feira.

O clube foi também multado em 20 mil dólares pela confusão ocorrida na competição durante a partida contra o Cruzeiro, afirmou à Reuters o secretário-geral da Confederação Sul-Americana de Futebol, Francisco Figueredo.

O jogo, da segunda fase da rodada preliminar da competição, foi suspenso aos 24 minutos do segundo tempo quando torcedores jogaram pedras e outros objetos no campo, apesar dos pedidos dos jogadores para que parassem.

O Cruzeiro vencia a partida por 3 x 2 e Figueredo afirmou que o resultado permanecerá, garantindo ao time brasileiro a vitória no duelo por 6 x 3.

Não ficou claro se o Cerro Porteño poderá usar seu estádio próprio em vez do Defensores del Chaco, o principal do Paraguai.

No ano passado, o Cerro também foi multado em 20 mil dólares e suspensão de dois jogos em casa devido a incidentes durante o jogo contra o Grêmio na Copa Libertadores.