Hamilton quer seguir exemplo de Senna e dominar Mônaco

segunda-feira, 26 de maio de 2008 13:09 BRT
 

Por Alan Baldwin

MÔNACO (Reuters) - Lewis Hamilton realizou um sonho de infância no domingo ao vencer de forma emocionante o Grande Prêmio de Mônaco, o que o colocou na liderança do campeonato e em condições de tornar realidade seu outro sonho.

"Há dois sonhos quando alguém começa a correr na Fórmula 1: vencer o campeonato mundial e o Grande Prêmio de Mônaco", afirmou o pai dele, Anthony Hamilton, a jornalistas enquanto a McLaren estourava sua garrafa de champanhe para celebrar a conquista do domingo. "Um já está realizado. Agora falta o outro."

Aos 23 anos, Hamilton tornou-se o mais jovem piloto da categoria a vencer a badalada corrida e a garantir um lugar em um grupo de elite no qual todos os participantes de grandes prêmios desejam ingressar.

Nigel Mansell e Damon Hill, os últimos dois campeões mundiais vindos da Grã-Bretanha, nunca venceram em Mônaco, e tampouco realizou esse feito o lendário Jim Clark.

O brasileiro Ayrton Senna, que era tricampeão mundial ao morrer no Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, em 1994, conseguiu chegar em primeiro na corrida por seis vezes, das quais cinco em anos consecutivos (de 1989 a 1993). Senna é o herói da infância de Hamilton.

"Nas últimas voltas, eu fiquei imaginando apenas que Ayrton Senna venceu aqui várias vezes e que seria incrível vencer também", afirmou o piloto britânico, agora três pontos à frente do segundo colocado na classificação geral, Kimi Raikkonen.

"Não vou dizer que vencerei no próximo ano. No ano que vem, vou tentar voltar e vencer, mas, de novo, qualquer coisa pode acontecer. Espero que isso seja o princípio de algo muito especial."

Na tarde de domingo, enquanto Hamilton lembrava-se de, com 6 anos, ficar vendo Senna correr, havia muitas pessoas no paddock convencidas de terem testemunhado o nascimento de uma nova era em Mônaco.   Continuação...

 
<p>Piloto da McLaren Lewis Hamilton durante a corrida em que sagrou-se vencedor em M&ocirc;naco, no domingo. Photo by Robert Pratta</p>