Olímpia planta árvores à espera da tocha que irá a Pequim

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008 16:37 BRST
 

Por Karolos Grohmann

ANTIGA OLÍMPIA, Grécia (Reuters) - Operários correm contra o relógio para replantarem árvores na antiga Olímpia antes da cerimônia, em março, destinada a acender a tocha olímpica para os Jogos de Pequim. A região de Olímpia foi devastada por incêndios florestais no ano passado.

Centenas de milhares de hectares de florestas pegaram fogo em agosto passado, quando grande parte da península do Peloponeso (oeste da Grécia) virou cinza e mais de 65 pessoas morreram.

O local das Olimpíadas da antiguidade e da cerimônia contemporânea da tocha olímpica não escapou do fogo. Os outrora luxuriantes pinheirais que cercam o antigo estádio, muito visitado por turistas, ficaram carbonizados.

"O replantio já está pela metade", disse Giorgos Aidonis, prefeito de Olímpia, na segunda-feira à Reuters. "Como sempre, começamos tarde, mas estou otimista de que até o final de fevereiro o trabalho vai terminar."

O Comitê Olímpico Grego recentemente alertou que a Grécia pode enfrentar constrangimentos internacionais por causa da demora no reflorestamento, o que ficaria visível nas imagens de TV enviadas para todo o mundo na cerimônia de 24 de março.

A Olimpíada ocorrerá em agosto na capital chinesa.

"Estamos correndo para estar prontos a tempo. Mais de 27 mil plantas e árvores serão plantadas até o final de fevereiro", disse Aidonis.