Seleção lamenta ausência de Robinho em embarque para Olimpíada

terça-feira, 22 de julho de 2008 11:12 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Carente de uma das suas principais estrelas, o atacante Robinho, a seleção olímpica de futebol do Brasil embarcou consciente das dificuldades para um período de preparação para os Jogos Olímpicos de Pequim.

"Estava tudo certo para o Robinho vir e eles (Real Madri) avisaram no dia do embarque. Não vai ser fácil, mas o futebol brasileiro merece sempre respeito", disse o auxiliar técnico Jorginho, ao embarcar no Rio de Janeiro, na noite de segunda-feira.

Robinho foi convocado pelo técnico Dunga como um dos jogadores acima do limite de idade de 23 anos para os Jogos Olímpicos, mas na segunda-feira o Real Madrid informou que não liberaria o atacante. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) condenou a atitude do clube espanhol.

Parte da delegação brasileira embarcou de Rio e São Paulo para Paris, escala da viagem para Cingapura. Na França, os jogadores que atuam em clubes da Europa se juntam à delegação, que chegará na quarta-feira em Cingapura, onde o time fará a preparação olímpica..

No dia 28 de julho, a seleção brasileira disputará amistoso contra Cingapura, e no dia 1o de agosto, a equipe tem uma partida marcada contra o Vietnã. Depois dos amistosos, o Brasil segue para a China para participar dos Jogos Olímpicos.

O Brasil está no Grupo C da Olimpíada, ao lado da Bélgica, China e Nova Zelândia. O jogo de estréia, contra a Bélgica, acontece no dia 7 de agosto, na cidade de Shenyang. A partida seguinte, no dia 10, será contra a Nova Zelândia, ainda em Shenyang.

Os jogadores brasileiros também lamentaram a ausência de Robinho em Pequim.

"É uma pena ele não poder ir. Estive com ele e sabia da vontade dele. É uma perda importante, mas o Ramires também é um grande jogador", afirmou o goleiro Diego Alves, citando o volante do Cruzeiro convocado por Dunga no lugar do atacante.   Continuação...

 
<p>Robinho participa de treino da sele&ccedil;&atilde;o em Belo Horizonte, dia 17 de junho. Carente de uma das suas principais estrelas, o atacante Robinho, a sele&ccedil;&atilde;o ol&iacute;mpica de futebol do Brasil embarcou consciente das dificuldades para um per&iacute;odo de prepara&ccedil;&atilde;o para os Jogos Ol&iacute;mpicos de Pequim. Photo by Sergio Moraes</p>