Pilotos dão apoio ao Grande Prêmio da Austrália

sexta-feira, 14 de março de 2008 13:40 BRT
 

Por Julian Linden

MELBOURNE, Austrália (Reuters) - Vários pilotos de Fórmula 1 deram apoio à campanha para manter o Grande Prêmio da Austrália no calendário da competição.

O dirigente máximo da categoria, Bernie Ecclestone, ameaçou tirar a corrida do calendário depois de 2010 se os organizadores do prêmio não aceitarem realizá-lo à noite, a fim de que se adapte melhor aos horários dos canais europeus de TV.

Os pilotos, no entanto, muitos dos quais estrearam na corrida de Albert Park, em Melbourne, que abre e temporada, disseram ter esperanças de que o circuito continue a fazer parte da F1.

"Eu realmente gosto deste país. Há uma atmosfera fantástica nesta cidade", afirmou o piloto italiano Giancarlo Fisichella, em uma entrevista coletiva concedida na sexta-feira.

"Tenho grandes lembranças de Melbourne. Corri pela primeira vez aqui, em 1996, e consegui uma vitória aqui, em 2005."

"Esse é um lugar especial para mim e eu gostaria de continuar vindo para cá no futuro."

Mark Webber, o único australiano a pilotar um carro de Fórmula 1 atualmente, é um defensor contundente da corrida e disse que todos os esforços deveriam ser feitos para mantê-la no calendário da categoria.

"O Grande Prêmio da Austrália é realizado há mais de 20 anos. Ou seja, esse é um lugar cheio de história", disse Webber.   Continuação...