Geórgia quer tirar bronze de Ricardo e Emanuel no vôlei de praia

quarta-feira, 20 de agosto de 2008 04:14 BRT
 

Por Alberto Alerigi Jr.

PEQUIM (Reuters) - A disputa pela medalha de bronze no vôlei de praia vai colocar frente a frente duas duplas de brasileiros, só que uma delas representando a Geórgia. Apesar de viverem a possibilidade de tirarem o Brasil do pódio, Renato Gomes e Jorge Terceiro pedem um pouco de compreensão.

"É ruim tirar o Brasil do pódio, mas eu também sou brasileiro e vou levar a medalha para a minha casa, no Brasil", disse Renato "Geor" Gomes, depois de perder na semifinal para os norte-americanos campeões do mundo Todd Rogers e Phil Dalhausser.

Os brasileiros que representam a Geórgia vão disputar o bronze com os atuais campeões olímpicos Ricardo e Emanuel, que perderam para Márcio e Fábio Luiz na segunda semifinal realizada nesta quarta-feira.

"Depois de amanhã, vai ser mais uma medalha, mais um pódio para o Brasil", disse Renato, nascido em João Pessoa (PB).

O também paraibano Jorge "Gia" Terceiro, enxerga a questão patriótica por um ângulo diferente. "Assim como cada um tem seu sonho pessoal, eu também tenho. Quem conquistar a medalha, levará ela para seu país", disse ele.

"Quem é brasileiro vai me entender, as pessoas sabem da dificuldade que é batalhar a vida no esporte para sobreviver e a Geórgia me deu a oportunidade de viver através do esporte", afirmou Terceiro, que também levará a medalha de bronze, se ganhar, para sua casa, em João Pessoa.

Apesar de representarem a Geórgia, o contrato dos jogadores, firmado há três anos, estabelece que eles podem viver e treinar no Brasil.