Massa e Coulthard levam atrito da Austrália para a Malásia

quinta-feira, 20 de março de 2008 09:58 BRT
 

SEPANG, Malásia (Reuters) - Felipe Massa e David Coulthard mantiveram na quinta-feira o clima de atrito depois da colisão de domingo na abertura da temporada da Fórmula 1, na Austrália.

Massa disse em entrevista coletiva na Malásia que não pediu desculpas ao escocês pelo acidente numa ultrapassagem, que tirou o piloto da Red Bull da prova em Melbourne.

"Não fiz nada de errado. Quando faço algo errado, peço desculpas, mas desta vez não precisei", afirmou o brasileiro.

Coulthard, que criticou Massa em Melbourne, sugeriu que o piloto da Ferrari precisaria mudar sua abordagem caso deseje disputar o título.

"Bem claramente meus olhos apontam para frente, não apontam para trás", disse o escocês, comentando o toque ocorrido quando Massa tentou ultrapassá-lo por dentro, ao final da reta principal.

"Ele tinha uma visão muito mais clara de quanto espaço havia, e eu não assumi um traçado diferente do que havia feito na volta anterior. Eu estava plenamente preparado para que ele me passasse na curva 3, porque uma Ferrari tem uma velocidade máxima bem melhor, é um carro muito mais rápido. Ele tomou a decisão dele. Se tomar a mesma decisão outra vez, vai ter o mesmo resultado", acrescentou Coulthard.

"Não posso tornar meu carro invisível, mas, como digo, não estou lutando pelo campeonato mundial, ele está. Então, da próxima vez, ele deveria esperar até a terceira curva."

 
<p>Massa e Coulthard levam atrito da Austr&aacute;lia para a Mal&aacute;sia. Felipe Massa e David Coulthard mantiveram na quinta-feira o clima de atrito depois da colis&atilde;o de domingo na abertura da temporada da F&oacute;rmula 1, na Austr&aacute;lia. 20 de mar&ccedil;o. Photo by Zainal Abd Halim</p>