Geórgia pode abandonar Pequim, diz comitê olímpico do país

sábado, 9 de agosto de 2008 12:41 BRT
 

Por Karolos Grohmann

PEQUIM (Reuters) - A delegação de 35 atletas da Geórgia na Olimpíada de Pequim pode se retirar dos Jogos em razão dos ataques que a Rússia vêm fazendo em seu país, disse seu Comitê Olímpico Nacional à Reuters neste sábado.

"Nós não sabemos o que vai acontecer, mas estamos falando sobre isto agora. A decisão será a que for tomada pelo presidente do nosso país (Mikheil Saakashvili)", disse o porta-voz Giorgi Tchanishvili.

A Geórgia pediu um cessar-fogo neste sábado depois que um bombardeio russo iniciou uma ofensiva para forçar a retirada de tropas georgianas que tentam tomar o controle da região separatista da Ossétia do Sul.

A Rússia fala em 2.000 mortos e 30.000 refugiados na Ossétia do Sul que se dirigiram para a Rússia nas últimas 36 horas. Moscou disse que dois de seus aviões de guerra foram abatidos, 13 de seus soldados mortos e 70 deles feridos.

O Comitê Olímpico Georgeano pediu que a comunidade internacional se una para acabar com a violência.

"Esta estratégia deliberada de agressão se transformou em uma intervenção militar em larga escala, que envolve todas as regiões da Geórgia", disseram os atletas em um comunicado.

"A Geórgia apela à comunidade internacional para que deixe claro (à Rússia) que esta intrusão e o bombardeio no território de um estado soberano é inaceitável no século 21 e atos como estes não podem e não serão tolerados."

 
<p>Delega&ccedil;&atilde;o da Ge&oacute;rgia desfila na abertura dos Jogos Ol&iacute;mpicos, em 8 de agosto de 2008. A delega&ccedil;&atilde;o de 35 atletas pode se retirar dos Jogos em raz&atilde;o dos ataques que a R&uacute;ssia v&ecirc;m fazendo em seu pa&iacute;s, disse seu Comit&ecirc; Ol&iacute;mpico Nacional &agrave; Reuters neste s&aacute;bado. Photo by Adrees Latif</p>