Nelsinho está confiante em marcar pontos na F1

quinta-feira, 15 de maio de 2008 15:52 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Após suas cinco primeiras corridas na Fórmula 1 sem conquistar nem um ponto sequer ou mesmo chegar entre os dez primeiros colocados, o estreante brasileiro Nelsinho Piquet esforça-se ao máximo para soar confiante a respeito de seu futuro na categoria.

"Alguns pilotos levam mais tempo para aprender, outros pegam as coisas já no começo", afirmou Nelsinho, de 22 anos, que cruzou a linha de chegada em 15o lugar com seu Renault no Grande Prêmio da Turquia, no fim de semana passado.

"Acho que isso depende da situação e do quão confortável o piloto se sente com o carro e a equipe."

"Se tudo der certo, vou melhorar a cada corrida e vou me sentir mais confortável com tudo. E assim chegaremos lá. A equipe tem me dado muito apoio. Eles vêm tentando de tudo para me ajudar o quanto preciso, de forma que não tenho nada do que reclamar", acrescentou.

"Claro que desejo marcar pontos, mas isso vai acontecer, cedo ou tarde."

As comparações perseguem Nelsinho desde o dia em que ingressou em um paddock da Fórmula 1 como companheiro de equipe do bicampeão mundial Fernando Alonso.

A comparação mais óbvia é com o pai e homônimo do piloto, Nelson Piquet, tricampeão mundial que se aposentou em 1991 após vencer 23 Grandes Prêmios.

Depois há Lewis Hamilton, o britânico que venceu Nelsinho na disputa pelo título da GP2 em 2006 e que tinha também 22 anos de idade quando realizou sua sensacional estréia na categoria, pela McLaren, no ano passado, ao lado do espanhol Alonso.   Continuação...