August 18, 2008 / 12:41 PM / 9 years ago

Phelps já pensa nos ouros que ganhará em Londres-2012

4 Min, DE LEITURA

<p>Nadador norte-americano Michael Phelps sorri durante evento promocional em Pequim, nesta segunda-feira. Photo by Nir Elias</p>

Por Julian Linden

PEQUIM (Reuters) - Ninguém sabe se ele está tentando cumprir algum tipo de missão ou simplesmente se é uma pessoa insaciável. O fato é que o mundo da natação ainda deve ouvir falar de Michael Phelps durante um bom tempo.

Depois de conquistar em Pequim as inéditas oito medalhas de ouro numa só Olimpíada, o norte-americano de 23 anos poderia ficar tentado a pendurar a touquinha preta para começar a desfrutar dos milhões de dólares que inundam sua conta bancária. Não é nada disso.

Ele quer nadar durante pelo menos mais quatro anos, chegando à Olimpíada de Londres-2012, onde não descarta disputar nove provas para bater seu próprio recorde de ouros.

"Não vou dizer que algo seja impossível", disse ele à Reuters, numa entrevista exclusiva nesta segunda-feira no Palácio Príncipe Jun, uma construção de 120 anos em Pequim.

"Realmente não sei qual será o meu programa, mas nada é impossível," acrescentou o nadador, em entrevista organizada por sua patrocinadora Visa..

Depois de passar o último ano nadando centenas de quilômetros como preparação para Pequim, Phelps agora pretende tirar alguns meses para descansar, viajar pelo mundo e rever os amigos em Baltimore.

Mas o técnico Bob Bowman já lhe avisou que os treinos recomeçam para valer no começo de 2009, e que é bom ele não perder a forma até lá. "Provavelmente não poderei passar muito tempo sentado. Sempre quero ficar constantemente me mexendo e me exercitando", contou. "Vou definitivamente tentar manter parte da minha forma, mas nada demais até janeiro ou fevereiro".

O próximo compromisso importante dele será o Mundial de Roma, em 2009, no qual ele começa a delinear seu programa para competir em Londres-2012.

Phelps nadou as mesmas oito provas nas últimas duas Olimpíadas. Em Atenas, ficou com seis ouros e dois bronzes. Até Londres, prefere experimentar novos desafios.

Ele ainda não decidiu quais provas disputará em Londres, mas contou a Bowman que pretende abandonar os 400m medley, que é muito desgastante e exige muito treino nos quatro estilos. Ele prefere se dedicar às provas de velocidade nos nados costa e livre.

"Minha mãe falou que gostaria de ir a Roma, então é bom eu participar da equipe. Vamos competir nos próximos anos e incorporar algumas novas provas para ver como funciona. Eu gostaria de experimentar mais alguns nados de costas e os 100m livre", disse.

"Será divertido correr contra Eamon (Sulivan) e Alain (Bernard). Esses caras estão rápidos demais na água, e correr mais é o que eu gosto de fazer", acrescentou, referindo-se ao campeão e ao vice em Pequim dos 100m livre.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below