Corrêa perde e trio de campeões mundiais leva 1 bronze no judô

quinta-feira, 14 de agosto de 2008 06:52 BRT
 

Por Marcelo Teixeira

PEQUIM (Reuters) - A derrota do judoca Luciano Corrêa nesta quinta-feira, na repescagem da categoria meio-pesado, encerrou a participação dos três campeões mundiais brasileiros da modalidade na Olimpíada de Pequim com o saldo de uma medalha, o bronze de Tiago Camilo.

Luciano, Camilo e o meio-leve João Derly conquistaram títulos mundiais no ano passado, quando o Rio de Janeiro sediou o evento, mas não conseguiram repetir o desempenho em Pequim. O Mundial de judô é a segunda competição mais importante da modalidade, atrás apenas dos Jogos Olímpicos.

Nesta quinta-feira, Luciano perdeu logo na primeira rodada, para o holandês Henk Grol, por dois wazaris. Na repescagem, em que poderia chegar ao bronze, ele perdeu por ippon para o polonês Przemyslaw Matyjaszek, dando adeus à chance da medalha.

"Um bronze não é pouco", afirmou o chefe da equipe do judô na Olimpíada, Ney Wilson, que não considerou o desempenho do trio como ruim ou abaixo do esperado.

"E de qualquer maneira, nós já atingimos a meta que havíamos estipulado para o judô, de conquistar três medalhas no total (masculino e feminino)", acrescentou Wilson.

O judô brasileiro conquistou três medalhas de bronze em Pequim, por enquanto, com Ketleyn Quadros, Leandro Guilheiro e Tiago Camilo. A disputa da modalidade acaba na sexta-feira.

O bicampeão mundial João Derly (2005 e 2007) foi eliminado ao perder a luta da segunda rodada para o português Pedro Dias, e não teve chance de disputar a repescagem.

Tiago Camilo, medalha de prata em Sydney-2000, foi o campeão mundial brasileiro que teve melhor desempenho. Perdeu na terceira rodada, mas batalhou na repescagem até a disputa pelo bronze, que acabou conquistando.   Continuação...